quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

A ética natalina e o canto da Cigarra

Aproxima-se o Natal retratado em luzes que iluminam e enfeitam vitrines, fachadas residenciais, as copas das árvores, o comércio de ruas e avenidas inteiras, enfim, o clima natalino contagia, uma vez mais, a urbe de dezembro.

Confesso que vejo pouco brilho nos olhares. Sorrisos afáveis ocupam a mesma cesta de presentes rarefeita em paciência, minimizada na pressa que amealha a conversa fraternal. O aperto de mãos demorado, abraços apertados plenos de ternura, a gratidão no carinho e a compaixão tornam-se mercadoria escassa.

Nossos íntimos, todos eles, diluídos em água, carne, ossos e sangue sentem sede em desaguar no sentimento mais puro sobre o significado do Natal. É preciso enxergar nas metáforas natalinas Aquele que norteia o significado verdadeiro, histórico e doutrinário da comemoração retratada em presentes, fartura, desejos realizados em celebrações, estejam estas no trabalho ou junto ao calor dos familiares.

A música Então é Natal, tão bem interpretada no encanto e voz da cantora e artista da MPB, Simone, vem sendo criticada de maneira repreensível por pessoas que tentam vulgarizar seu trabalho nas redes sociais, jornais editados impressos e on-line, revistas e semanários mundo afora. Confesso que antes eu também não conseguia ouvir a música em questão justamente por ser ainda incapaz de decifrar a noção do que venha a ser o verdadeiro sentido do Natal.

Inúmeras ocasiões a rejeitei e também critiquei, talvez renegando o vazio espiritual que me inundava o ser separado d’alma. Hoje, me pego refletindo sobre como nos tornamos capazes em referir críticas ruins a esta cantora a qual construiu um traba-lho de mais de 40 anos na estrada, levando e cantando a Música Popular Brasileira (MPB) na força e beleza de seu timbre de voz forte, afinada e bonita, afinada na militância de gênero e das lutas históri-cas pela emancipação da mulher.

Simone nos traz um CD de Natal carregado com as cores da melancolia no colo da complacência e nos remete à importância da data a qual possui re-presentatividade globalizada. Nele é possível sim identificarmos muitas de nossas incontáveis esperanças, aquarela transparente e bem pincelada com todas as emoções despertadas num só coração. Ele é capaz de liberar, em todos nós, – desde que nos disponhamos a estar libertos de preconceitos, – as bênçãos da confraternização. O Natal não deve ser um momento exclusivo de festejos, é um tempo destinado à reflexão aprofundada. Particularmente tive o imensurável prazer em conhecê-la. Simone é sensível com a vida e sua essência é do bem. Ela canta com a alma enquanto expressa a mulher solta, de voz cadente e liberta, que nace da alma, consequente nota musical de quem é capaz de sentir e viver o amor.

Penso que a sociedade que a critica de maneira tão torpe torna-se injusta ao criticá-la por ter editado um CD de músicas de época natalina. Sua voz, trabalho e história de vida merecem admiração. Quem nunca a ouviu interpretar canções que rodam no Rádio e TV, tocando também milhões de corações Brasil e Mundo afora? Inúmeros cantores americanos gravaram músicas natalinas, no entanto nunca foram criticados por tal feito? As canções apresentadas na voz de Simone, como numa nota mágica nos emudecem as ‘mentiras da alma’, suavemente, quando colocam o ouvinte no ponto mais alto do cume ‘inalcançável’ do que possa ser sinonímia do amor. As melodias refletem notas como se fossem raios de luz capazes de iluminar nossos caminhos e transformar corações.

Sua música nos faz viajar para dentro de nós mesmos, quando sonhamos poesia, criando na mente uma nova sociedade na qual sejamos capazes amar de verdade, vivendo cada fração do tempo que é infinito, assim como a liberdade e o gosto que ela desperta pelo ato de viver. Este imaginário real e maravilhoso chama-se vida. Natal é fraternidade, é vida, e a vida sem fraternidade é como um rio sem leito, noite sem luar, beijo sem calor. Natal é uma época embasada na fé, no humano e na mais pura expressão do amor.

A vida, sem amor, se apresenta feito música sem instrumento, desabilitada para a promoção da paz. Sua intimidade não sopra a brisa suave do amanhecer, nem se percebe solta e livre no cenário multicolorido do pôr do sol. Simone merece o respeito e carinho de todos nós por ser mulher, militante, humana, gente como a gente, uma cantora capaz de levantar e encantar multidões. Ninguém sabe o que se apresenta muito menos o que acontece com os íntimos por detrás das cortinas. Feliz ou triste, ela ressurge no palco da vida como uma flor na primavera, de sorriso largo e encanto que alcança a todos com o timbre perfeito de sua linda voz.

Já é hora de fazermos uma reflexão sobre a ética e cuidar de nossas atitudes. A responsabilidade das palavras acompanha aqueles que trazem uma visão mais ampla da vida em suas diferentes e inexoráveis nuances. Precisamos ter leveza com a vida, dar respeito a quem nos rodeia e escuta.

Um dia ainda alcançaremos viver num mundo sem rótulos. Enquanto o verão não chega, a Cigarra canta, mais uma vez que Então é Natal. Que este dia e data tenha para todos muito mais sentido que o simples fato das festas e troca de presentes. E que possa ser um marco, definitivo, no seu, no meu e no modo de todos nós vivermos.

Segundo Simone: “A vida sem amor é mera ilusão.” É verdade Simone, e você merece todos os nossos mais calorosos aplausos.

Fonte: Diário da Manhã, por Edna Gomes

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Show da cantora Simone em Palmas é cancelado

O show da cantora Simone, uma das vozes mais lembradas do segmento romântico, que se apresentaria no dia 21 de dezembro na Capital como parte da programação “Natal dos Sonhos”, na Feira do Bosque, foi cancelado, de acordo com a Prefeitura de Palmas. O órgão não soube informar os motivos do cancelamento.

O prefeito Carlos Amashta (PP) anunciou em seu twitter nessa terça-feira, 3, outras duas atrações.

O músico Alexandre Pires e o grupo Só Pra Contrariar encerram a programação musical do "Natal dos Sonhos" no dia 18.

Já a apresentação do espanhol Julio Iglesias foi confirmada pelo prefeito para quinta-feira, 11.

A programação natalina segue até 21 de dezembro e a cada final de semana terá apresentações culturais abertas ao público.

O evento é realizado pela prefeitura, por meio da Fundação Cultural de Palmas (FCP) e órgãos parceiros e tem como intuito movimentar a economia da Capital e atrair turistas.

Fonte: Cleber Toledo

sábado, 29 de novembro de 2014

Agora sim, já é Natal!!

Um pouquinho do grande espetáculo que foi a inauguração da Árvore de Natal da Bradesco Seguros!

Feliz Natal!!

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

É amanhã!!

A inauguração da Árvore de Natal da Bradesco Seguros é amanhã!
E, claro, nossa Estrela estará presente!



Para os que não poderão comparecer, terá transmissão online no site da Árvore de Natal Bradesco Seguros.

Fonte: Árvore de Natal Bradesco Seguros.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Vai ter Simone sim!


Para todos os fãs que pediram, está confirmado! Nossa querida Simone encantará a todos em nosso concerto de inauguração, dia 29.11, às 20h.

Fonte: Facebook Árvore de Natal Bradesco Seguros

domingo, 23 de novembro de 2014

Agradecimentos da Cigarra

"Obrigada pelo carinho. Bjs"



Natal da Cidade: Apresentação de Simone é cancelada


Marcado para acontecer na abertura do Natal da Cidade, no dia 18 de dezembro, o show da cantora Simone foi cancelado pela Prefeitura de Vitória da Conquista.

Segundo informações da secretaria de comunicação, um problema de saúde envolvendo um dos integrantes da banda fez com que a artista suspendesse os seus compromissos de agenda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...